• Fachada
  • Jardim
  • BMB01

Inaugurado em meados de 2009, o SVO – Serviço de Verificação de Óbito – é um órgão da Secretaria Municipal de Saúde de Barbalha que funciona em convênio com a Universidade Federal do Cariri, o Ministério da Saúde e a Secretaria de Saúde do Estado do Ceará. O SVO está situado no Setor de Patologia da Faculdade de Medicina (FAMED) em Barbalha. Além da estrutura física, a UFCA contribui para o funcionamento da unidade disponibilizando recursos humanos e insumos para a realização das atividades de rotina do órgão. Atualmente, Barbalha é o único município do interior do Ceará a ter este tipo de serviço (apenas Fortaleza também possui um SVO no Estado)

O principal objetivo de um SVO é esclarecer as causas de óbitos de pessoas que tenham falecido de causas naturais, sem assistência médica; mesmo nas situações em que houve atendimento médico, caso não tenha havido tempo suficiente para realização de exames ou ainda quando estes foram inconclusivos, o corpo pode ser enviado ao SVO para elucidação da causa do óbito. Para estabelecer a causa mortis, os médicos patologistas dos SVO conversam com as famílias dos pacientes para entender a sintomatologia apresentada. Após obter o consentimento dos familiares, realizam em seguida o exame de autopsia, que na maioria das vezes consegue estabelecer qual doença ocasionou o óbito. Caso o médico patologista responsável julgue relevante para o caso em questão, poderá coletar material biológico para realizar vários tipos de exames complementares (citopatológico, histopatológico, congelação, imuno-histoquímico, molecular, microbiológico, etc) para auxiliar no diagnóstico.

Os principais benefícios do SVO para a população em geral são:

- esclarecimento das causas de óbitos repentinos e inesperados, evitando que os familiares tenham de sepultar seus entes queridos sem saber o que de fato aconteceu;

- fornecimento das declarações de óbitos (DO’s) com diagnósticos mais específicos para as secretarias de saúde dos municípios do Cariri, evitando que sejam registrados óbitos de causa desconhecida. Dessa forma, o SVO contribui para uma maior precisão das estatísticas de morbidade e mortalidade da região, proporcionando que as secretarias de saúde dos municípios atendidos possam focar seus investimentos na prevenção das doenças mais prevalentes e mais importantes;

- identificação de doenças genéticas/hereditárias, fornecendo informações importantes para que os familiares do paciente possam procurar ajuda médica de maneira precoce;

- identificação de doenças de notificação compulsória, dentre estas especialmente as doenças infecto-contagiosas com potencial para gerar epidemias (por exemplo: meningite meningocócica). Assim, a vigilância epidemiológica é rapidamente notificada e efetua as ações necessárias para evitar a disseminação de doenças;

- descoberta de novas doenças ou de doenças raras ou pouco comuns, não detectadas por exames realizados em vida.

Além dos ganhos para a saúde pública, o SVO proporciona vários benefícios para a vida acadêmica. Estudantes da graduação em medicina da Famed assistem aulas práticas e consolidam seus conhecimentos de Patologia durante a realização de autopsias. Há também a apresentação dos casos de maior interesse científico por meio das sessões de integração anátomo-clínicas, que costumam contar com a presença de alunos dos mais diversos semestres da graduação e da pós-graduação (residentes), bem como médicos docentes e servidores técnico-administrativos da instituição. A instituição disponibiliza ainda vagas de estágio extra-curricular para estudantes de medicina, com abertura de oito vagas a cada semestre. Além de integrar a estrutura de ensino da Faculdade de Medicina, o SVO também é um local importante para a realização de projetos de extensão e de pesquisa universitária, já tendo fornecido subsídios para a publicação de trabalhos acadêmicos, incluindo a publicação de artigos científicos em periódicos nacionais e internacionais.

Cabe ressaltar que o SVO realiza necropsias apenas de óbitos de causas naturais. Os óbitos de causas externas (claramente violentas ou suspeitas de homicídios, suicídios ou acidentes, por exemplo), ficam a cargo dos médicos legistas do Núcleo Médico da Perícia Forense do Estado do Ceará (Instituto Médico-Legal) de Juazeiro do Norte.

Atualmente, o SVO de Barbalha conta com uma equipe formada por: quatro médicos patologistas (incluindo um diretor técnico), um médico legista, quatro técnicos de necropsia, duas técnicas de laboratório, quatro vigias, uma auxiliar administrativa e uma auxiliar de serviços gerais. A equipe se reveza em regime de plantões diurnos para manter o órgão funcionando todos os dias, incluindo finais de semana e feriados. A cada ano, são registrados em média cerca de 700 atendimentos. Todas os serviços prestados pelo SVO de Barbalha (incluindo as necropsias, exames laboratoriais e fornecimento das declarações de óbito) são inteiramente gratuitos.

 

Mais informações:

Serviço de Verificação de Óbito - SVO Barbalha

Rua 07 de Setembro, SN. Anexo à Faculdade de Medicina da UFCA

Bairro Centro, Barbalha - CE

Telefone: (88) 3312 5009

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Horário de funcionamento: Diariamente das 07: 30 às 11:30 e das 13:30 às 17:30

Diretor Técnico: Dr. Cláudio Gleidiston Lima da Silva (CREMEC 4418; RQE: 1275)